Ortopedia | Cirurgia da Mão | Medicina Esportiva | Artroscopia

Dr. Eduardo Pereira e Dr. Luciano Pereira

Dedo em Martelo

Posted janeiro 3rd, 2012 by Dr. Eduardo Pereira with No Comments

Na ponta do dedo existe um sistema de cabos (os tendões) que conectam os músculos do antebraço até a última falange. Um situado no dorso do dedo (tendão extensor) que colabora para a extensão da ponta do dedo e outro por baixo do dedo (tendão flexor) que realiza o movimento oposto, contribuindo para a flexão do dedo.

 

 

O chamado “dedo em martelo” é uma deformidade causada por uma lesão bastante comum –  provocada muitas vezes, pelo impacto na ponta do dedo, como o causado por uma bola, produzindo uma flexão súbita e intensa da falange distal.


Isto pode ser causado pela ruptura do tendão extensor

ou até pelo arrancamento de um fragmento ósseo da falange distal, ocasionando uma deformidade em flexão dessa articulação, caracterizando o dedo em martelo
              

Geralmente ocorre nos esportes com bola, como:  basquete, handebol, vôlei e em goleiros de futebol, onde a bola atinge violentamente um dedo em extensão, mas pode ocorrer em traumas menores
Imediatamente após o trauma, a deformidade pode não ser ainda evidente, mas existe incapacidade para estender ativamente a articulação interfalangeana distal.
Na grande maioria dos casos o tratamento é conservador com talas em extensão por cerca de 06 semanas.

Nos casos onde a separação do tendão é mais extensa, ou quando o fragmento fraturado é muito grande, ou em pacientes que não se adaptam com a tala, o tratamento cirúrgico está indicado, com a fixação dos fragmentos por meio de fios de aço para bloqueio da articulação, por um período de 6 a 8 semanas.

Leave a comment